Gonorreia

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível, que é transmitida especialmente por uma bactéria conhecida como Neisseria gonorrhoeae, que também pode ser chamada de gonococo.

Se você faz sexo desprotegido você pode acabar contraindo a doença. Pode ser via sexo vaginal, anal ou oral, não importa, então a prevenção segue como a melhor opção para não ter eu lidar com esse problema.

A seguir vamos falar mais sobre essa DST, que vem causando cada vez mais vítimas no país, justamente pela ausência completa de prevenção mínima na hora do ato sexual, especialmente dos mais jovens! Confira e aprenda mais, para poder se proteger!

SINTOMAS

A gonorreia não apresenta um, mas vários sintomas. Muitas vezes ela é sim assintomática, mas de modo geral ela se apresenta bastante complicada de lidar no dia a dia.

No caso do pênis ela causa dor e ardência na hora de urinar, faz com que saia uma secreção com aspecto de pus da uretra, e em grande quantidade e faz com que os testículos inchem e fiquem doloridos.

Na vagina ela faz com que o corrimento vaginal aumente, e ele normalmente é amarelado e tem um cheiro desagradável. A mesma dor e ardência ao urinar que acontece com o pênis ocorre aqui, e pode haver sangramento fora do período de menstruação. Além disso, dores no abdômen e na região pélvica são comuns.

Vale dizer que não é só o pênis e a vagina que podem ser afetados pela gonorreia. O reto, os olhos, a garganta e as articulações também podem apresentar sintomas semelhantes aos descritos anteriormente, com sensibilidade, inchaço, vermelhidão e secreção de pus!

CAUSAS

Como explicado anteriormente a gonorreia é produto de uma bactéria, bactéria essa que se prolifera quando há umidade e calor, então pode se proliferar em áreas mais abafadas do nosso corpo, como as regiões dos órgãos sexuais.

Além disso, ela é normalmente encontrada no sistema reprodutor das mulheres, e não é improvável que haja transmissão durante o parto, em caso de ter um bebê por via vaginal, ou que possa haver essa transmissão ainda no útero, durante a gestação.

Quando um bebê é infectado são os seus olhos que são mais afetados, e o aspecto é de uma conjuntivite bastante grave. Também pode acontecer da infecção se espalhar, infelizmente.

TRATAMENTO

A ideia do tratamento para gonorreia é tratar primeiramente a infecção que está causando no indivíduo tantos sintomas ruins, para depois evitar que ele possa seguir transmitindo-a. É importante não apenas tratar o paciente, mas conversar com ele para que ele converse com seus últimos parceiros sexuais e explique que eles podem também estar infectados.

Trata-se de uma doença bacteriana, essencialmente, então todo o tratamento se dá a base de antibióticos, que podem ter que ser fortes se a bactéria em questão se mostrar muito resistente.

Se bebês forem infectados é importante trata-los o mais rapidamente possível, para que a doença não se espalhe, e é normal que o tratamento também seja feito com antibióticos nesses casos específicos.

Uma vez que o tratamento terminar é importante que o paciente siga verificando se continua com sinais da doença, como dores nas articulações, no abdômen e na região pélvica. É interessante fazer exames para verificar a presença ou não da infecção em questão.

Em alguns casos o tratamento pode ser demasiadamente longo, e em outros pode não ser necessário que se estenda tanto. Os sintomas são perturbadores e causam algumas vezes efeitos colaterais, mas não se pode parar até que todo o processo seja concluído.

Como sempre, o melhor a se fazer no caso da gonorreia ou de qualquer doença sexualmente transmissível é prevenir para não ter que remediar! Seja consciente! Use camisinha!

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)

Loading...

Talvez você se interesse por:

Este artigo foi lhe útil? Clique no G+1. É muito importante para nós!